Sem categoria

ALBUM REVIEW #16: IU – Palette (21.04.2017)

Why, Dougie?

Nos primeiros dias de vocês respondendo o formulário eu percebi que uma boa parcela curte muito as reviews que faço aqui e queriam mais reviews de álbuns no blog, o que foi uma surpresa para mim pois eu curto fazer reviews de álbum mesmo sem a frequência desejada. Mas antes de sair prometendo mais reviews, vou primeiro fazer os que já tinha prometido fazer em algum momento desse ano e botar um pouco de ordem na casa. A começar por IU e o seu 4º álbum de estúdio, Palette, que você lê agora.

IU.jpg

Artista: IU
Álbum: Palette
Lançamento: 21/04/2017
País: Coreia do Sul
Nota do blog: 64/100 (Bom)
Top 5: Jam Jam, Black Out, Palette, Dlwlrma, And So Love Is
Ouça legalmente: Através do Spotify, seus adoradores de download no k2nblog

Ver o post original 1.284 mais palavras

Hoje, eu vi. · Sem categoria

Drinks quentes

Olá.

Na verdade eu nem sei, tenho a real impressão de estar falando comigo mesmo, oque é bom, e ruim ao mesmo tempo. Você costuma falar sozinho? E sonhar com algo sozinho? O amor, por exemplo.

Na medida em que nos tornamos (hipotéticamente) adultos, conseguimos definir (hipotéticamente) com clareza o que somos, o que queremos e como devemos seguir adiante, além do que mais queremos, que para alguns é um amor verdadeiro.

Quando nada acontece da forma que queremos, ás vezes acabamos dando passos para trás, esperando que os erros não sejam tão sérios que não possam ser consertados a tempo, remendando os pedaços do coração, que já não tem a mesma forma de antes;.

Alguns de nós se esquecem de crescer e cometem erros que nem percebem ser graves ou não, enterrando o coração em uma caixa de areia e seguindo á risca cada dica que as calças dão.

Já outros crescem mas acabam cometendo os mesmos erros, sendo engolidos pela vontade e culpa, se tornando pessoas tristes e solitárias, vitimas de si mesmo.

Eu não sei dizer que tipo de pessoa poderia se prevenir das armadilhas dos fatos, mas tenho certeza de que há pessoas chorando por não poder voltar atrás.

Apenas um drink atrás, e se pudesse dar algum recado para os que não, diria para que tomassem cuidado…mais um gole, mais uma espada.

Um brinde ao novo você, um de nós.

Hoje, eu vi.

Remodelagem.

Um tempo que não nos falamos…

Eu, o locutor da história e você, que mal sabe se ela de fato existe.

Falando em tempo, alguém sabe me dizer o que ele significa?

Mesmo que minutos possam parecer anos e meses, décadas, a real medida de tempo sempre fica onde você pensa que gosta de estar e onde precisa estar.

Para as pessoas que estão infelizes no ponto onde pararam, mesmo os segundos podem devorar desde a ponta dos dedos até o último fio de cabelo.

Para aquelas felizes com o seu redor, poucos segundos ainda que fictícios podem parecer uma verdadeira eternidade, mesmo quando são apenas prelúdios de uma grande tormenta por vir.

Desde criança somos condicionados a olhar ao redor e julgar se estamos corretamente onde estamos e se nos encaixamos nele, de forma a fazer parte da harmonia.

Bem, desde a última vez que nos falamos, eu olho ao meu redor e todas as peças que não tinham ligação alguma começam a se remodelar e encaixar da forma como eu nunca imaginei que fossem acontecer. Sabe como resolvi nomear isto?

Perspectiva.

Desvie o olhar e vai ser engolido. Encare e tenha a chance de se integrar, ou desintegrar.

Para sempre seu, Transpectro.

Eu senti. · Eu vi · Hoje, eu vi. · XXX

Fez-se silêncio .

Dentre as melhores coisas que podemos almejar, a paz é de longe a mais cobiçada, mas também a menos recordada.

Difícil pedir pela paz que sequer conhecemos.

Para quem está com o coração em paz, mesmo que o mundo esteja sendo partido em dois a calma e a sabedoria reinam.

Para aqueles que têm paz, mesmo que os ventos da incerteza soprem fortemente, sempre há um lugar seguro onde se resguardar e depositar as mais inocentes esperanças.

Afasta o passado e abranda o futuro. 

Ah… quem nunca sonhou com a paz?

Mesmo  que ela não seja tão aconchegante  quanto o amor, nada nos impede de sonhar estar tão tranquilos, mesmo que seja para encarar o terrível nada.

Bem, sonhar nunca fez mal a ninguém…

Agir é que fez.

Para sempre seu, Transpetro.

Hoje, eu vi. · XXX

ARROGÂNCIA

Todo mundo sabe que para se chegar à uma amizade verdadeira, existem muitos degraus para se chegar no topo.

Mas o que alguns parecem não saber é que se você tenta trapacear pulando degraus pode acabar se desequilibrando e despencando lá de cima enquanto tenta.

Mas isso não parece importar muito para quem adora estar no chão,  chafurdando.

Bem, dizem que lama faz bem para a pele.

Eu senti. · Eu vi · Hoje, eu vi.

FORA DA CAIXA. 

Engraçado como você me vê. 

O menino sozinho com seu cabelo azulado,  óculos fundo de garrafa desesperado demais para ficar em casa escutando sua coletânea de Beatles,  agredindo com todas as forças o seu sorvete de baunilha e desejando alguém para amar,  rodeando e circulando pelas vias e lojas,  procurando amor por entre cada dvd e livros de filmes noir que sinceramente estão disponíveis há mais de cinco anos por algo que nem sabe qual é, denúncia a capa,  veja  veja, aquele garoto esquisito andando por aí,  sem rumo. 

Engraçado como eu sou. 

Dançando mentalmente enquanto passeia por entre as vias e lojas,  deslizando os olhos por qualquer cor destoante que seja,  desesperado para ser vítima do próprio ocio no qual gosta de estar,  escutando sua coletânea dos Beatles no iPod e sendo muito feliz (embora pouco melancólico),  bastante consigo,  que se ama e se curte,  MUITO BEM SIM E OPA,  OBRIGADO PELA SUPOSTA PREOCUPAÇÃO! 

Se o preço por ser diferente é a própria indiferença,  eu não tenho problemas em ser feliz ao lado dela e tomar um bom gole de Rum ao seu lado,  até o dia em que todos poderão notar a qualidade inexistente de suas informações precipitadas e porque não explanar, MEDÍOCRES. 

Você é um conjunto ou uma unidade?  

Se liga. 

Para sempre seu,  Transpectro. 

Eu senti. · Eu vi · Hoje, eu vi. · Vamos explorar · XXX

XXX- Vista seu Jeans.

Olá galera, quanto tempo! Falar sozinho tem seus lados positivos, como por exemplo se pegar observando para o velho arsenal da moda grotesco em casa e se comparar aos seus próprios trapos.

Imaginar tudo que está acontecendo ao nosso redor, como o mundo dá suas temíveis voltas e acaba derrubando quem achava saber de tudo, remando de seu majestoso barquinho de papel.

Algumas vezes nos pegamos encarando um jeans velho e obsoleto imaginando que devemos jogá-lo fora, assim como o nosso atual “eu fracassado e corrompido”, mas o importante é notar que ás vezes tudo que precisamos é de uma simples tintura e retoques, qual é? Um bom Jeans nunca sai de moda.

Se você se sente ultrapassado e corroído assim como esse teu jeans, nada que não possa ser customizado com um pouco de old rock e criatividade.

Para nós, jeans velhos prestes a ser descartados, vale lembrar que quanto mais antigo o material, mais forte e blindado se torna. Então, vamos vestir nossos passados e formas para seguir em frente, sem se importar com as falhas que nunca vão deixar de acontecer.

Rasgue, corroa, continue brilhando para tudo ao seu redor e se torne mais forte, como um bom e velho Jeans que extrai e atrai toda a beleza de seu armário para o espectador, mesmo tendo sido tão machucado.

Desde que haja uma essência, não há nenhum Jeans complicado que não possa mudar de cor denovo e denovo, pela eternidade de seus próprios atos.

Então pare de chorar, vista seu Jeans e vamos aproveitar a noite do lado de fora.

Para sempre seu, Transpectro.